Rock in Rio, aproxima-se a versão americana

29/09/2014

 

Aconteceu na semana passada, a apresentação do Rock in Rio USA (Las Vegas), em Nova Iorque (Times Square), com concertos-surpresa de John Mayer e Sepultura que serviram de celebração ao início da venda de bilhetes do evento naquele país. Os primeiros nomes foram também comunicados: Metallica, Linkin Park, Taylor Swift, Deftones e John Legend.

 

O conceito do Rock in Rio é claramente diferenciador no panorama português, não só pelos artistas presentes, como pelas marcas envolvidas e apoio das mesmas na sua divulgação. A experiência adquirida em Lisboa suportou o evento durante anos, deu formação e experiência à sua equipa de trabalho, deu fôlego para o seu regresso ao Brasil (com edições esgotadas quase em modo instantâneo) e assumir o desafio de Madrid e agora num âmbito mais arriscado, nos Estados Unidos da América (em maio de 2015, numa cidade do Rock preparada para 80 mil espectadores diários), depois da não consecução de uma versão em Buenos Aires.

 

Na América a fasquia está mais elevada (quase máxima), mas cumpre-se o desejo do seu presidente, Roberto Medina, de levar o seu “projeto de comunicação” à nação que mais valoriza um evento musical enquanto entretenimento.

 

 

Please reload

Notícias em destaque

Medidas excecionais e temporárias de resposta à pandemia COVID-19 no âmbito cultural (Governo, 26/mar)

March 27, 2020

1/10
Please reload

Notícias recentes
Please reload

Arquivo
Please reload