Low cost trará mais público aos festivais de verão nos Açores?

No domingo, 29 de março, foi realizado entre Portugal Continental e Ponta Delgada, o primeiro voo de cariz low cost para o arquipélago dos Açores. Quem quiser deslocar-se para outras ilhas, poderá fazê-lo sem acréscimo de custos. Foi também indicado pelo governo regional que brevemente estes voos serão abertos a mais transportadoras aéreas e mais ilhas de modo direto.

 

Derrubou-se o monopólio das operadoras portuguesas, TAP e principalmente da SATA que colocavam reféns muitos dos açoreanos no número de viagens para o exterior e faziam, do mesmo modo, que muitos turistas pensassem duas vezes antes de aceitar o preço imposto por estas companhias e demais agentes.

 

Esta decisão fará com que se dê um aumento exponencial do número de turistas e com isso muitos destes aproveitarão para conhecer ou reviver o arquipélago ao abrigo dos festivais demúsica que nele se realizam ou realizarão – e.g. Tremor, Maré de Agosto, Santa Maria Blues, Azure.

 

Agora, além de uma carga fiscal mais baixa (18% ao invés dos 23% praticados em Portugal Continental ou dos 22% na Madeira), será possível criar e melhorar todo um conjunto de infra-estruturas e espaços que potenciarão o albergue de mais público e também a vinda de mais e melhores artistas, assim como a facilitação da logística que tornará a ocorrência de eventos menos dependentes de apoios.

 

Todos ficarão e sairão a ganhar. Parabéns!

 

 Foto retirada do site Maré de Agosto

 

Please reload

Notícias em destaque

TALKFEST'20 | Quarta vaga de oradores; Falta uma semana para o fim das candidaturas aos Iberian Festival Awards

November 13, 2019

1/10
Please reload

Notícias recentes
Please reload

Arquivo
Please reload