ANÁLISE: Na era da parametrização, será possível avaliar espetáculos ao vivo?

Nos tempos que correm tudo é mensurável, ou pelo menos, tudo deverá traduzir-se em números, para se atribuir o seu valor e a sua relevância.


Os concertos em festivais começam a não fugir à regra e são as redes sociais que começam a permitir uma tradução e análise do espetáculo, daquilo que no fundo é o mais importante e até aqui, mais difícil de medir.


A primeira abordagem foi realizada pela DigitasLBi, uma agência de marketing, que decidiu analisar através do Twitter as reacções do público aos concertos do Glastonbury. Assim, foram observados e contabilizados todos os tweets durante a atuação de cada um dos artistas (não só no público presente mas quem de alguma forma contactou com o concerto - via rádio, tb, streaming ou por intermédio de buzz de amigos), em cada uma das suas músicas, ao mesmo tempo que eram analisados os tipos de mensagens, que foram categorizados como “positivas” ou “negativas”.


Florence &The Machine foi a banda que mais se destacou positivamente, não pela quantidade de tweets realizados, uma vez que concertos que passaram em direto em meios de comunicação social obtiveram mais interações, mas pela diferença entre as mensagens positivas e negativas (ver imagem em baixo).



Kayne West, por sua vez, gerou alguma atitude negativa e é possível observar que o concerto teve os seus pontos altos e outros baixos e está em concordância com o que muitos críticos referiram em relação ao seu concerto.



A controvérsia relacionada com o uso de redes sociais em concertos continua, mas são os profissionais de marketing, os promotores, as marcas e agora também os artistas que mais podem beneficiar deste uso intensificado e massivo de real time feedback.


A atribuição de valor através do impacto criado diretamente ao público permitirá traçar estratégias, determinar necessidades e traçar vários perfis.


Só será então necessário interpretar a mensagem porque as ferramentas estão mais disponíveis que nunca.

#glastonbury #métricas

Notícias em destaque
Notícias recentes
Arquivo
Procura por Tags
Nenhum tag.
Segue-nos
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE FESTIVAIS DE MÚSICA

Escritório:

Instituto para a Investigação Interdisciplinar | Av. Prof. Gama Pinto 2, 1649-003 Lisboa

 

Telefone: (+351) 217904720

 

E-mail: aporfest@aporfest.pt

www.aporfest.pt

www.facebook.com/aporfest

 

PRÉMIOS, JÚRI & RECONHECIMENTOS

EVENTOS

TF20Prancheta 8.png
IFA2020LOGOSPrancheta 4.png

PROMOTOR

PORTUGUÊS

PRESENÇA & PARCERIAS

46912839_1924384724347850_63050027950030
BIME-PRO-logo-nuevopb.png
expo-sync-lisboapb.png

© 2014-2020 APORFEST