4 formas de utilizar drones de maneira inovadora em festivais de música

11/05/2016

Os drones estão cada vez mais na moda, passaram de “máquinas” a que poucos tinham acesso e que só profissionais utilizavam para servirem como um objeto cada vez mais comum e de uso global - com os excessos e riscos que daí decorrem. Estes são, na atualidade, um complemento de profissionalismo e credibilidade nos festivais de música, servindo em primeira instância para obter imagens aéreas que são sempre incríveis e todos gostam, mas com a evolução da tecnologia começam a ter outros usos nestes eventos, quer pelos promotores como por marcas e prestadores de serviços.

 

Partilhamos exemplos que se tornaram virais:

  1. Entregar bebidas

No festival OppiKoppi, na África do Sul, foi utilizado um drone para entregar bebidas. Os festivaleiros pediam a bebida através de uma app e o drone levava a bebida escolhida até a localização exata de quem a pediu.

 

 

  2. Encontrar amigos perdidos no festival

Para uma ativação de marca, a Pepsi decidiu utilizar um drone que localizava os amigos perdidos. Qualquer pessoa que estava no festival podia instalar a aplicação criada especialmente para esta função e quando estivesse perdida dos amigos o drone (através de GPS) orientava através de sinais e guiando os perdidos até onde os seus amigos estavam.

 

 

  3. Substituir fogo de artificio

A marca Intel em colaboração com a Ars Eletronica, conseguiu fazer voar, ao mesmo tempo, 100 drones (equipados com leds) num concerto. Segundo os mesmos, este software permitrá fazer voar, noutras experiências, até mil drones em simultâneo sendo o principal objetivo dos técnicos de tornar o uso destes objetos possível em eventos de grande escala como festivais de música.

 

 

  4. Party Drone

A marca Base em colaboração com o Spotify, criou um drone com colunas que punham a tocar a música favorita de um festivaleiro enquanto o acompanhavam no festival. No registo online prévio para comprar o bilhete de acesso a esse mesmo festival, era solicitado aos festivaleiros que escolhessem a sua música favorita através da plataforma de streaming - estes quando chegavam ao festival e davam entrada tinham um acompanhamento musical individualizado através da leitura do bilhete que continha a informação da música indicada. Esta ação tem sido replicada desde 2014!

 

Please reload

Notícias em destaque

TALKFEST'20 | Quarta vaga de oradores; Falta uma semana para o fim das candidaturas aos Iberian Festival Awards

November 13, 2019

1/10
Please reload

Notícias recentes
Please reload

Arquivo
Please reload