Copos Reutilizáveis - desta vez potenciados por uma cervejeira

15/06/2016

Com o aumento da necessidade dos festivais de música serem sustentáveis (quer por responsabilidade social quer pelo equilíbrio do meio ambiente, ou até por razões de comunicação e credibilidade), foram criadas várias soluções e vários produtos que anunciam reduzir os problemas ambientais, soluções estas que não alteram em nada (ou ainda aumentam) o conforto e experiência dos festivaleiros, não havendo grandes razões para resistência nas suas implementações.

Um dos maiores problemas ambientais nos festivais de hoje, advém do uso de copos descartáveis de plástico para as bebidas, quem fica até ao final de um festival nota ser impossível não se aperceber do "mar de copos" que surge quando os festivaleiros desaparecem. É com este problema em mente que foram criadas e adotadas medidas em vários festivais de música, nos últimos anos, como o Bons Sons, AgitÁgueda, Festival MED, FMM Sines ou Andanças com as suas características canecas de lata e copos reutilizáveis, sendo necessária assim também a criação de empresas que respondam à crescente procura dos copos personalizáveis e reutilizáveis em Portugal. Porém, é a primeira vez que se sente por parte de uma das principais cervejeiras em Portugal, Super Bock (presente nos numa larga fatia de festivais de música portugueses) a vontade de solucionar este problema e de associar a marca a um consumo sustentável do seu produto.

 

Para transformar esta vontade numa realidade, foram criados copos personalizados e mais resistentes pela marca com o intuito de serem “alugados” ou comprados pelos festivaleiros durante o festival Nos Primavera Sound, de forma a reduzir o lixo causado por este mesmo material.

 

A forma como tudo funcionou na prática foi bastante fácil - na compra da primeira cerveja, o consumidor pagou uma “caução” de 2 euros pelo copo. Por cada cerveja comprada o copo poderia ser trocado uma vez que pode ser lavado e utilizado novamente, no final do festival se o copo fosse entregue seriam devolvidos os 2 euros de “caução” inicial.

 

Esta solução irá agora ser replicada no Vodafone Paredes Coura, SBSR e Meo Sudoeste.

Please reload

Notícias em destaque

TALKFEST'20 | Quarta vaga de oradores; Falta uma semana para o fim das candidaturas aos Iberian Festival Awards

November 13, 2019

1/10
Please reload

Notícias recentes
Please reload

Arquivo
Please reload