O food court nos nossos festivais

07/07/2016

A alimentação presente no recinto de um festival é uma secção cada vez mais importante e necessária para o conforto dos festivaleiros principalmente em festivais de música com campismo em que os restaurantes/stands/carrinhas e o tipo de alimentação presentes no mesmo são a solução mais cómoda dos festivaleiros durante os vários dias em que decorre esta tipologia de eventos.

 

Da mesma forma, hoje os promotores pretendem que o público permaneça mais tempo nos recintos dos festivais, para o consumo ser feito no seu interior (e não na zona envolvente) e assim fazer com que o investimento da presença das diferentes soluções de restauração (cada vez mais diversas e gourmet) tenham o seu retorno - financeiro, público atendido e visibilidade.

 

Nos últimos anos tem-se notado um crescimento gradual no número e na variedade de marcas de restauração presentes nos festivais, aumentando assim a escolha que os festivaleiros têm no tipo de comida que consomem e nos preços desses mesmos alimentos que têm a tendência a descer com o aumento da concorrência. Para além disso a qualidade dos alimentos também tem aumentado talvez devido a um maior controlo por parte da ASAE, deixando de parte a ideia de que nos festivais existe apenas fast food ou se "come mal".

 

Este aumento do espaço do food court (nome pomposo para a até aqui designada zona de restauração) nos festivais deveu-se também em parte ao grande número de food trucks e de street food que proliferaram em Portugal nos últimos anos e que tornaram fácil a instalação de uma food court em qualquer festival e com alimentos de qualidade. Muitos dos festivais, em recinto aberto, adotaram estes mesmos restaurantes de street food (muitas vezes baseados em monoprodutos) como sendo parte da programação como é o caso do Belém Art Fest que tem uma zona do festival que para além de ter mais atividades tem como “prato” principal este tipo de restaurantes, sempre com boa adesão por parte do público. No Meo Sudoeste, que tem um campismo de 7 dias, verifica-se esta mesma tendência, onde ao lado de grandes marcas como a Telepizza e a Milaneza podemos encontrar vários tipos de street food, projetos pequenos, mas que dão soluções de escolha através dos seus produtos dos quais se especializaram.

Please reload

Notícias em destaque

TALKFEST'20 | Quarta vaga de oradores; Falta uma semana para o fim das candidaturas aos Iberian Festival Awards

November 13, 2019

1/10
Please reload

Notícias recentes
Please reload

Arquivo
Please reload