A Tendência de 2016 em Portugal: Festivais de cariz eletrónico

Nos últimos anos, Portugal tem tido um aumento gradual do número de festivais de música ligados ao estilo eletrónico (já por si complexo de catalogar e categorizar - 21 géneros que se dividem em quase duas centenas de sub-géneros, segundo a Discogs), facto que até aqui era tido e restrito aos nichos de público que se representavam em eventos esporádicos comunicados ao público ou entre guest lists privadas.


Esta tipologia de festivais são hoje um fenómeno (à escala global) que parece ter sempre um vasto público, fiel e seguidor. Em Portugal, os promotores destes festivais fixam-se em conseguir chegar não só aos portugueses mas também a uma cativação de público internacional, através de comunicações em meios, blogs e compêndios especializados internacionais e bilhéticas especializadas.