Artigo Científico: "Sentimento de propriedade" e o consumo de música por streaming

10/01/2017

São já várias as plataformas (e.g Spotify, Deezer, Meo Music, ITunes), que possibilitam ouvir música por streaming, algumas delas gratuitas, outras com mensalidades para usufruto total ou até modalidades em que é permitido comprar música por música. O streaming está cada vez mais acessível, e está a tornar-se no formato de eleição por parte dos ouvintes de música, para partilharem, acederem e ouvirem música, naquele que pode ser considerado uma definitiva viragem contra a pirataria no início deste século.

No caso especifico da música, os seus consumidores dão mais valor à mesma (forma emocional e monetária) se for comprada em formato físico, pelo que é possível chegar à conclusão que tiveram que existir várias mudanças na nossa sociedade a nível psicológico para que a compra de algo que não é tangível seja aceite e se torne num dos principais meios de transmissão artística. Os autores do artigo científico, aqui analisado, através de várias entrevistas e discussões de grupo online, pretenderam perceber qual é a “experiência de propriedade” pela qual o consumidor passa quando compra música online, desenhando assim um perfil do consumidor de música streaming que poderá servir de meta-análise futura.

 

Palavras-Chave: Música, Streaming, Propriedade, Psicologia

 

Sinclair, G. & Tinson, J. (2016). Psychological ownership and music streaming consumption. Journal of Business Research, 71 (2017) 1–9

 

*Artigo original disponível aos associados (todas as modalidades)

Please reload

Notícias em destaque

TALKFEST'20 | Quarta vaga de oradores; Falta uma semana para o fim das candidaturas aos Iberian Festival Awards

November 13, 2019

1/10
Please reload

Notícias recentes
Please reload

Arquivo
Please reload