Tutorial: Como captar a atenção da audiência nas redes sociais?

Na atualidade para a elaboração de uma campanha de marketing já não se pode prescindir ou omitir o uso da comunicação nas redes sociais.

 

De acordo com o estudo da TrustRadius (em 2015) os maiores indicadores para medir o sucesso dos esforços de comunicação nas redes sociais através da ligação à sua audiência, são os seguidores, os likes, as partilhas e as visualizações. Conhecendo estes pontos e tendo a sua percepção e análise correta, a prioridade que cada festival deverá ter na criação de uma campanha será a de chegar à maior audiência possível com qualidade, ou seja com engagement.

 

Tudo isto é mais fácil dizer do que fazer. Hoje os utilizadores das redes sociais são inundados dia e noite por posts, imagens e informação, algo que não existia antes do boom da internet. Este excesso de informação causou um impacto na dimunição da atenção para com a informação. O estudo da Statistic Brain (em 2016) indica que a atenção média de uma pessoa para uma notícia no ano 2000 era de 12 segundos e em 2015 esta atenção descresceu para 8,25 segundos. No entanto existem certos aspetos que podem ser considerados quando se envolve o marketing nas redes sociais, deixando alguns pontos que o ajudarão a captar a atenção da audiência ou dos seus seguidores:

 

1. Criar conteúdo único

A maioria dos utilizadores de redes sociais utilizam o scroll para percorrer o seu feed de notícias uma ou mais vezes por dia. Ao fazer isto estão a expor-se a uma maior quantidade de posts, ao mesmo tempo o seu cérebro não está preparado para processar cada bloco de notícias em virtude da quantidade de informação visualizada em pouco tempo. É por isso que é importante criar posts únicos e fazê-los sobressair do ruído comunicacional neste meio. Isto poderá ser conseguido criando  um design apelativo e facilmente reconhecível ou então através de conteúdo inovador.

 

O Festival Sziget, na Hungria, por exemplo, cria um forte engagement com a sua audiência ao realizar um conjunto de posts com a denominação "Secret mission" na sua página de Facebook, onde são criadas competições para serem ganhos bilhetes ou pacotes para o festival. Outro exemplo criativo acontece no Festival Vodafone Paredes Coura, em que se encenam imagens ou teasers com ligação inteligente e divertida à vila onde o festival se desenrola anualmente.

 

 

 

2. Tornar o conteúdo relevante e regular

Quando se gerem as plataformas de redes sociais é importante manter-se "on topic". Os seguidores fizeram like na página do seu festival porque gostam do mesmo e porque desejam manter-se informados sobre o mesmo por isso é importante dar essa contrapartida justa.

Um bom exemplo de como este processo se faz é na página de facebook do Festival Wacken Open Air (W:O:A). Na mesma são colocadas constantes atualizações e utilizados temas de discussão nos seus posts. Regularmente fazem atualizações para informação dos seus seguidores e naquilo que está a ocorrer e a ser feito para a edição seguinte do festival. Têm polls regulares onde, por exemplo, os seguidores podem escolher qual o concerto que pretendem que seja transmitido na Wacken Tv, tornando o processo interativo. Finalmente, o festival está envolvido em diversos projetos sociais partilhando os seus conteúdos e mostrando assim compromisso. Esta alternância de conteúdos mantém os utilizadores focados e alertados.

 

3. Escolher o canal a comunicar

Com a quantidade de plataformas de redes sociais é importante escolher o canal apropriado para o seu festival. Para isto terá que analisar qual é o target da sua audiência e depois qual a plataforma principal e em que medida será o seu uso. A escolha mais comum faz-se no balanceamento entre Facebook, Instagram e Twitter. O facebook é provavelmente a plataforma com o maior reach de público, mas no último ano o Instagram ganhou importância através de novas formas de utilização que serviram para conectar ainda mais público e seguidores de uma marca ou pessoa, como as "stories".

 

Ao vermos a estratégia do festival Meo Sudoeste, por exemplo, verificamos que decidiram usar a sua comunicação nestas três plataformas, todas com um grande número de seguidores e conteúdo ajustado e adaptado individualmente e de acordo com o seu perfil - no facebook publicam informação relevante e links, no instagram focam-se na parte visual e no twitter são cuidadosos em ter mensagens breves e retweets de outros utilizadores. No entanto não sinta a necessidade de criar conteúdo e comunicar em todos as plataformas se perceber que um canal não se enquadra no seu festival, ou se não o puder atualizar, uma vez que poderá tornar-se mais desvantajoso que vantajoso. Confie nos canais e plataformas em que se sente confortável, o público agradece!

 

 

 

4. Medir o sucesso

O bom de se realizar marketing nas redes sociais é que se recebe feedback instantâneo da sua audiência, através dos likes, comentários e partilhas. Torna-se assim possível ir ajustando a sua estratégia de modo a esta se conectar com a sua audiência. Use as ferramentas oferecidas pelas plataformas, nomeadamente as análises do Facebook, Instagram ou LinkedIn para ver como a audiência responde e como se conecta até si. Tenha estes aspetos em mente quando desenha e implementa a sua estratégia nas redes sociais. Ao manter-se com uma eficaz gestão neste meio poderá obter uma audiência mais fiel que ficará consigo ao longo do ano, mesmo quando uma nova edição do mesmo não está confirmada ou não tem suficientes conteúdos programáticos.

 

 

 

 

Please reload

Notícias em destaque

Intercâmbio Formativo e Cultural Portugal-Brasil - O Futuro próximo. Cursos e Masterclasses

July 7, 2020

1/10
Please reload

Notícias recentes
Please reload

Arquivo