Live Nation adquire Rock in Rio

03/05/2018

A Live Nation, a maior empresa de entretenimento "ao vivo" mundial, noticiou que adquiriu uma posição maioritária da holding do Rock in Rio (que tem a próxima edição, parcialmente esgotada, marcada nos dias 23,24, 29 e 30 junho em Lisboa) que era antes encabeçada pela SFX Entertainment (responsável pelo Tomorrowland) e que tinha declarado insolvência em 2016, apenas dois anos após a sua entrada de capital.

 

Esta compra deverá ter efeitos para o Rock in Rio Brasil de 2019 e no ano seguinte na edição de Lisboa. Roberto Medina, a figura e mentor do projeto, desde o seu início, mantém-se como peça-chave e responsável pelas decisões do festival mas toda a consecução do mesmo fica agora a cargo do maior accionista dizendo-se que isso permitirá "a concretização de sinergias com vista à concretização de maiores ambições" para o Rock in Rio.

 

A Live Nation tem adquirido nos últimos anos o capital de vários festivais de âmbito global (e.g. Austin City Limits; Bonnaroo; Lollapalooza; Leeds & Reading) e de empresas que dele dependem de forma indireta como a bilhética (e.g. Ticketmaster), digressões de artistas ou salas de espetáculos  apostando claramente em eventos que tenham uma clara influência no mercado sul-americano.

 

A real concretização deste processo terá impacto na indústria dos festivais portugueses e na potenciação da sua qualidade e, por arrasto, no aumento de competitividade entre players que se repercutirá na qualidade dada ao público.

 

 

 

 

Please reload

Notícias em destaque

Alterações ao Código de Trabalho na contratação colaboradores: Antes vs. Agora

December 11, 2019

1/10
Please reload

Notícias recentes
Please reload

Arquivo
Please reload