Artigo Científico: Avaliação da imagem cognitiva e top of mind de Viana do Castelo - o caso do Festi

A relação e mais-valias retiradas entre turismo e eventos não é algo recente, mas o turismo dedicado exclusivamente a esta área, comprovado pelo cada vez maior número de iniciativas culturais tem vindo a aumentar. A competitividade e atração dos destinos turísticos já não se limita apenas aos seus recursos tangíveis, mas sim também aos intangíveis, tais como os eventos. Os destinos turísticos começam então a visualizar os eventos, nomeadamente os festivais de música, como forma de atrair visitantes em massa, investimentos e rendimentos, e como forma de produzir uma imagem positiva da região.

Créditos: Hugo Lima


Viana do Castelo, na região do Minho, é a localidade onde se localizam três dos mais antigos e reconhecidos festivais de música portugueses - O Vilar de Mouros, o Neopop e o Paredes de Coura. O estudo* em análise debruça-se sobre este último, onde foram analisadas a imagem cognitiva e o top of mind (perceber o que é mais recordado pelo público) deste festival e a sua ligação com o destino Viana do Castelo.


Os resultados obtidos com o estudo sugerem que a música (7%), a natureza (3%) e a promoção do Rio Coura (3% - que passa pelo recinto e campismo do festival e do qual são expostas em muitas fotografias dos festivaleiros) contribui para o posicionamento que o festival tem atualmente (maior ligação à natureza entre público, marcas patrocinadores e comunicação), e que por sua vez contribui para o construto da imagem “bonito” do destino turístico em questão (a própria produção trata de assegurar que este mantém o verde de edição para edição de forma a que se mantenha como a referência natural do festival). Tal confere a este festival um caráter competitivo em relação a outros festivais, e um forte atributo diferenciador na indução de Viana do Castelo como destino turístico relacionado à natureza.


Cada destino turístico é então dotado de características únicas que o distinguem dos outros e são esses fatores diferenciadores os "iscos" para a atração atual de público aos eventos. A variedade de entretenimento, a hospitalidade da população e a segurança que se sente são também eles fundamentais para a escolha de determinado destino turístico. Quando se fala no destino Paredes de Coura, todo e qualquer turista é sempre bem-vindo pelos locais daquela vila tão pequena. A derradeira prova de que o festival é o principal impulsionador do turismo desta área é o facto de que a quantidade de gente que passa por aquelas ruas assim que abre o campismo em nada tem a ver com o vazio e calma das ruas um ou dois dias depois de o festival acabar. Há uma autêntica "peregrinação" por assim dizer para viver o festival e as outras atividades que são dinamizadas pela vila nesses dias. Um autêntico fenómeno a ter em conta.


Palavras-Chave: Imagem de destino turístico; Imagem cognitiva; Top of Mind; Festival


*Este e os mais recentes artigos científicos originais estão disponíveis aos associados na área reservada.

#vilardemouros #paredescoura

Notícias em destaque
Notícias recentes
Arquivo
Procura por Tags
Nenhum tag.
Segue-nos
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE FESTIVAIS DE MÚSICA

Escritório:

Instituto para a Investigação Interdisciplinar | Av. Prof. Gama Pinto 2, 1649-003 Lisboa

 

Telefone: (+351) 217904720

 

E-mail: aporfest@aporfest.pt

www.aporfest.pt

www.facebook.com/aporfest

 

PRÉMIOS, JÚRI & RECONHECIMENTOS

EVENTOS

TF20Prancheta 8.png
IFA2020LOGOSPrancheta 4.png

PROMOTOR

PORTUGUÊS

PRESENÇA & PARCERIAS

46912839_1924384724347850_63050027950030
BIME-PRO-logo-nuevopb.png
expo-sync-lisboapb.png

© 2014-2020 APORFEST