Estamos na era da experiência ao vivo, do Spotify ou da compra de álbuns físicos?

08/08/2019

A venda de álbuns físicos e o download de álbuns digitais estão em baixo. Mas o que é facto é que as pessoas estão a ouvir mais música do que nunca. Como é que tal será possível? De facto assim acontece, uma vez que os festivais de música estão a ganhar "terreno" e importância na indústria, o que representa oportunidades excelentes para artistas que gostem de se apresentar ao vivo e de estar em contacto com o público e poder aqui surpreender e criar uma oportunidade de visibilidade e novos ouvintes futuros.

 

A cultura não é nem deve ser encarada como um setor de nicho, equipara-se em dimensão a outros setores. A indústria musical não é diferente. Os festivais de música atualmente, para além de serem importantes motivadores de turismo, são também um fenómeno crescente a nível global, aumentando em número e popularidade. Em específico na área da música, a apreciação de música ao vivo tem vindo a crescer exponencialmente devido a uma maior mobilidade do seu público  (mais fácil e rápido a deslocação), necessidade de tornar um momento mais real (saindo da esfera dos computadores). Fenómeno comprovado pelo crescente aumento do número de festivais de música registado pela APORFEST (272 em 2017e 311 em 2018), mas também pelas centenas ou milhares de concertos de artistas nacionais e internacionais por todas as salas do país, com cada vez mais buzz a nível globalizado em todas as redes sociais.

 

Créditos fotografia:  1 - Nuno Barreiros / 2 - Inês Dias

 

A compra de álbuns físicos passa então agora muito mais pelo sentido do colecionismo, principalmente se se estiver a falar de discos em vinil ou de artistas icónicos que qualquer pessoa gosta de ter na sua coleção para mostrar a amigos ou à sua descendência. Plataformas como o Youtube ou o Spotify permitem o “ouvir” descobrir e redescobrir antigos e novos artistas, mas então e o “sentir”? Onde está a experiência? Atualmente os festivaleiros preferem muito mais viver o momento, sentir todas as emoções e desfrutar de um bom espetáculo.

 

Será esta uma tendência que se manterá nos próximos anos?

 

 

Please reload

Notícias em destaque

Alterações ao Código de Trabalho na contratação colaboradores: Antes vs. Agora

December 11, 2019

1/10
Please reload

Notícias recentes
Please reload

Arquivo
Please reload