Artigo Científico: O "fenómeno" Coachella e a sua possível aplicação no contexto europeu

10/12/2019

O Coachella - Music and Arts Festival há muito tempo que deixou de ser apenas um festival de música para passar a ser uma experiência completa, onde performances, instalações artísticas e entretenimento fazem parte do envolvimento dos festivaleiros no local, e também para os seguidores do festival nas redes sociais.

 

Sendo este comemorado apenas uma vez por ano - duas semanas consecutivas (na América), o artigo científico analisado pretende aferir a possibilidade e potencial de estender a "marca" Coachella para um contexto europeu, apresentando uma proposta de realização do mesmo festival em Espanha. O principal objectivo é estabelecer um factor diferenciador entre os dois festivais, apresentando cada um destes as suas especificidades e características únicas. No âmbito desta proposta, as autoras do estudo apresentaram um plano de marketing com uma análise minuciosa e realista do ambiente, de forma a ser feita uma análise completa do mercado.

 

Existe uma elevada tendência actual no que diz respeito aos festivais de música, o que torna este um sector promissor com receitas exponencialmente crescentes. Claramente as cidades onde este tipo de eventos ocorrem acabam por ser beneficiadas, seja pelo seu envolvimento turístico ou com os habitantes locais. Espanha é um país europeu com grandes oportunidades de introdução de novos festivais, pelo que este estudo parece fazer muito sentido.

 

 

Créditos fotografias: Coachella - Music and Arts Festival (2019)

 


Após a pesquisa realizada para este estudo e análise da teoria apresentada, as autoras garantem que este festival cobre uma necessidade que não estava a ser atendida no mercado espanhol antes. Para a oferta de um evento notável e sustentável, muitas variantes devem ser analisadas, quer de localização geográfica, música ou promoção. Será a "marca" Coachella impulsionadora destes factores? O sector da música ao vivo oferece novas oportunidades graças às continuas melhorias tecnológicas e a crescente popularidade das redes sociais, fatores que até actualmente têm permitido ao Coachella "original" destacar-se entre os demais, com uma incrível comunicação online.

 

Em suma, é possível criar um novo conceito com base na experiência do cliente. Embora o Coachella seja uma marca estabelecida com uma imagem muito positiva entre os millennials, ainda existe espaço para melhorias. Combinando a experiência do festival americano com o estilo de vida europeu, é possível a criação de um festival bastante enriquecedor em termos culturais no âmbito europeu.

 

Em conclusão, é cada vez mais importante o estudo do estado do mercado actual no que diz respeito a este tipo de eventos, se o objectivo for que estes sejam reproduzidos e recriados por várias edições. O mercado da música não é um mercado saturado, mas talvez um mercado um pouco "perigoso", e que exige uma análise completa prévia, pois não vale a pena criar um evento, com todos os seus custos inerentes, se este não oferecer retorno, seja em termos de lucro ou mesmo de outros factores, tais como retorno a nível turístico ou de notoriedade.

 

Palavras-Chave: Coachella; Eventos; Europa; Sustentabilidade.

 

 

*Este e os mais recentes artigos científicos originais estão disponíveis aos associados na área reservada.

Please reload

Notícias em destaque

Intercâmbio Formativo e Cultural Portugal-Brasil - O Futuro próximo. Cursos e Masterclasses

July 7, 2020

1/10
Please reload

Notícias recentes
Please reload

Arquivo
Please reload